Amor

sexta-feira, 18 de maio de 2012 6 comentários

Amor



Porque eu sei que é amor, não te peço nada em troca... - Titãs

Enfim o ódio que julgavas ser antítese do amor, é, senão, o próprio amor que adoeceu gravemente - Chico Xavier
Amor não se promete - Rubem Alves
Eu sei que vou te amar - Vinícius de Moraes 
O seu amor é tão forte, mais que o inferno e a morte, são torrentes que arrebentem o chão, mais fácil secar os mares e apagar estrelas tais que arrancar o amor do seu coração – Stenio Marcius
Jesus é Deus, é Amor que se fez carne

            Me diga andorinha que já voou o mundo inteiro, em que momento de faltou o céu, pois se não, sei que não me faltará amor
           Me diga pequeno peixe, em que momento lhe falou o as águas, pois se não, sei que não me faltará amor

Amor é festeiro, no carnaval se pinta, samba, se faz nas rodas, nas moças e nos foliões, nos corações apaixonados ou não, se fantasia de toda Arte e o ano todo veste várias roupas, poesia, música, teatro, dança, família, amigos, sexo, trabalho, sim trabalho.
Amor é a pura essência da vida, é simples e livre de qualquer mácula, empecilho e complicação. Amor é amor, é Deus vivendo dentro do homem. Ninguém promete amor, porque ele apenas vem, quando é conveniente, não é como uma flor previsível na primavera ele também pode se abrir no inverno e exalar seu perfume a todos, mas apenas os que inspirarem  e internalizam seu cheiro podem vive-lo. Ninguém o vende nem o exige, porque amor se doa, se cria, se pede, tendo nada como moeda de troca, nem o amor, porque amor não se pondera apenas se entrega apenas se tem porque se tem.
Amor é substantivo, amar é o verbo, amor está no conceito, na ideia, na cabeça, agora amar esta nas mãos, nos pés, no abraço, no beijo, está no coração que pulsa e espalha pra todo o corpo, por esta razão têm muitos que têm amor, mas que não amam.
Amor se revela nos atos quando o amor é traduzido para as diversas formas de amar, porque quem ama age de uma maneira única, quem é amado sabe desde crianças como se amar, mas também amor é um dom, dom que todos pensam tê-lo, mas não, amor é restrito, é exclusivo, exclusivo a todos, sim a todos, porque é um dom condicional, exige apenas que o aceite e que o deixe manifestar em todos os gestos, os que não têm este dom é porque o rejeitaram, mas a qualquer momento podem se resignar ao amor. Existem os que apenas têm amor e acreditam que amam, existem os que são amados apenas por Deus e mesmo assim conseguem traduzir esse amor em amar.
Amor é a nona de Beethoven que totalmente surdo, escreveu a melhor canção, uma ode a vida, poderia dizer que naquela partitura encapsulou a amor, poderia sim, mas ai não seria mais amor e apenas mais uma canção.
Amor é uma folha seca que cai no outono, toca em sua mão e deve beijada pelo vento para ir pra onde quer que queira e ser seguida, porque se agarrada com violência quebra, vira pó e deixa de existir.
É esse Amor que é Amor, os restos são genéricos e bijuterias baratas, é o amor que eu quero, em todas suas extensões, Filéo, Ágape e Eros. Amor que ama, Amor que sente e transpira, Amor que inspira, Amor que auxilia, Amor que não pondere amor.




1 Coríntios 13
Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.




6 comentários:

  • Nair Pessoa disse...

    Ronaldo, falar do amor nos emociona, nos deixa em êxtase pois o amor vai muito mais além da matéria. O amor é energia pura, divina. Por isso, Coríntios 13 nos diz que nada vale neste mundo, nem mesmo falar a língua dos anjos, se não tiver amor... E quem não tem amor é cruel. É cruel porque não aprendeu a amar. Lindo seu texto! Bjs

  • Tayná disse...

    Realmente o amor é muito lindo! O amor vai além da vida, costumo dizer que quem não ama não vive! Amar é viver, não sei o que seria de mim e do meu próximo se não existisse o amor! Parabéns meu amigo, belo texto! Bjs

  • Jane Di Lello disse...

    Lindo seu texto Príncipe poeta Ronaldo.
    Obrigada por apresentar-me seu lindo Blog,lendo com carinho cada texto seu, sua forma de expressar o amor é suave e divina, Vc esterna ao escrever o seu coração e sua alma. Parabéns.
    BeiJanesss no coração.
    Jane Di Lello.

Postar um comentário

Sem contemplação, o interessante é a participa-ação, Comente bem

 

©Copyright 2011 O narrador | TNB