Se cala, Vale nada

sexta-feira, 24 de agosto de 2012 5 comentários





Pra não se frustrar
É melhor ponderar e se calar
Pra não se perder
É melhor simplesmente ficar
Para não sofrer...
É inevitável, se o coração te vê...
É imperdoável a maneira como me traiu
Roubou o melhor de mim e usou a si
Me usou para os teus desejos,
De forma que os meus desejos já nem existiam mais

Para disfarçar
Olhar nos olhos não basta
Pra se desculpar
Guarde suas palavras
Para não dizer adeus
Não diga nada, se cala,
Se cala

O meu canto vale mais que o teu silêncio
Meu silêncio mais que tudo que possa dizer
E teu silêncio vale nada,
Se cala, Vale nada

Sua lembrança em mim
Vale nada.
As lágrimas perdidas
Valem nada
A marca na minha pele e alma
Valem nada

E a ilusão corrosiva no peito
Que me machucou muito tempo
Hoje é raiva

Para se curar
Vá pra longe, se afasta
Desapego é uma joia rara
Joia lapidada pelo fogo de uma paixão
Que morreu.  

5 comentários:

Postar um comentário

Sem contemplação, o interessante é a participa-ação, Comente bem

 

©Copyright 2011 O narrador | TNB