Quem quer um romance!

terça-feira, 10 de janeiro de 2012 3 comentários
Vamos viver um romance multidão por só nós dois?



Perfeito sim, segundo a minha definição, segundo o que eu acho perfeito e perfeito pra mim é ter você e seus defeitos do meu do meu lado


A cabeça se esvazia de toda ciência, de toda informação, de toda sabedoria pra deixar se manifestar apenas aquilo que está cheio o coração, pronto aí já temos um lindo roteiro para viver um drama, apenas isso vai desencadear uma serie de peripécias que vão dar emoção e sentido no romance, às dramaturgias mais lindas, com as histórias mais envolventes, despertando nos amantes e admiradores da paixão a vontade de viver seus enredos românticos. Enquanto nossos olhos e ouvidos carregam toda história pra dentro de nós, acreditamos que somente 'ouvir' o coração bastaria para um relacionamento feliz. Deixar o coração tomar conta de tudo, se encarregar do curso das coisas. Lendo isso você pode estar viajando em imaginação, suspirando em sonhos sem se perceber ou achando tudo muito bonito, mas ilusório. Pra quem, feito eu, já passou por algumas experiências em relacionamentos sabe bem que muito do brilho e da beleza da ficção é propriedade exclusiva da ficção, isso nos que são exagerados demais, porque pra quem testou sua experiência sabe que é possível ser muito feliz como em algum filme que exista.
Existem aqueles que disfarçam bem, dizendo que em sua filosofia um romance é não é tão importante, que é algo facultativo e talvez até seja, no entanto o que querem é alcançá-lo como qualquer outro, talvez em quantia diferente, podem querer mais ou menos. A verdade é que todos, desde os mais novos imaturos até os mais velhos conservadores sonham em alcançar um relacionamento feliz, que o preencha, onde você idealiza as características que o outro precisa ter em que você se considera a pessoa perfeita para estar do lado de alguém. Para algumas pessoas, sem isso se está apenas em um estado de vida transitório, mesmo tendo uma boa carreira e uma vida social satisfatória o estado civil definido solteiro é temporário porque é um dos requisitos que mais importam, por mais que a maioria não admita, o apogeu acontece quando tudo isso é acompanhado de uma história de amor, bem queridos, eu faço parte dessa turma.
Você dedica algum tempo do seu dia lembrando-se das fases do passado, sonhando o futuro, mas o que quer mesmo é a chance de um romance ideal (e ele pode existir). Como disse nos primeiros parágrafos, só o coração com as rédeas na mão orientando qual passo dar, além de inseguro quase sempre leva a um relacionamento falido e apenas com a razão não tem como sentir as sensações mais fortes e bonitas que um romance bem vivido pode proporcionar.
O corpo é composição de carne, mente espírito e alma, para ser usado em totalidade. Deixar o coração e intuição serem os únicos condutores há uma grande chance de um fim banhado por lágrimas da frustração. A razão pura pode ser muito insensível, mas ela é necessária. Aplicar o equilíbrio do bom senso, entender o que é e o que o amor faz, que o amor é parte da atividade da vida que deve ser entendida e explicada, não existe isso de amor sem medida, imensurável é só o universo e nem temos certeza disso (quem o percorreu todo para afirmar?) isso é desculpa pra quem não sabe se orientar, amor tem definição e medida, o próprio Deus mediu seu amor (Amou o mundo de tal maneira que deu seu único Filho - João 3:16, "de tal maneira" é a medida). Amor deve ser ponderado, aquilo que faz mal não é amor, é falta dele (O amor não faz mal ao próximo - Romanos 13:8).
Em fim, floreie tanto aqui, na verdade é tudo muito simples, é se tranquilizar, ser aquilo que você quer ser, agir de acordo com o caráter que tem, agir em coerência com os sentimentos, pode parecer que não tem a ver em conseguir um romance feliz, mas tem. Viver na mistura do som da razão e do coração, ter a coragem de se levar pelo anseio de assumir a paixão que sente e amar o suficiente, sem faltar e sem ultrapassar, pode até não ser a formula exata, mas de acordo com o que vivi e aprendi é o que mais se aproxima de ser.

É que tem muita gente que falta parte da alma que só o artista tem completa, pra entender o que é e o que faz o amor com a gente

3 comentários:

  • Contradita disse...

    Acho que só podemos estar totalmente entregues a alguém quando nos conhecemos e quando podemos estar com o corpo, alma e razão.

    Nem sempre andam juntos, mas não se excluem.

    Não podemos estar entregues sem ser honestos com nossos sentimentos, medos e sonhos.

    Conseguir esse equilíbrio, algo que todos precisamos buscar.

    ;)

  • Espelho Meu disse...

    E é a intensidade que crucifica a amenidade. O surto entre a razão e o coração. A busca pelo equilíbrio seja, talvez, a fórmula da relação feliz. Uma pena, eu, não saber nunca a dosagem. Lindo texto, querido.

  • Anônimo disse...

    RONALDODR,APESAR DE SER UM SOLTEIRO CONVÍCTO,DEVO ADMITIR QUE TUDO QUE ESTÁ ESCRITO NESSE TEXTO ESTÁ PERFEITO...ADOREI,AMIGO!!!!

Postar um comentário

Sem contemplação, o interessante é a participa-ação, Comente bem

 

©Copyright 2011 O narrador | TNB