Natal: O pensamento sem Espírito

sexta-feira, 18 de novembro de 2011 0 comentários
      Em um dos hilariantes episódios da série The Simpsons (Canal Fox), em época de natal Bart responde: "O que se comemora no natal? Bart: Ora, todo mundo sabe que é o nascimento do papai noel" em seguida Homer diz "Jesus deve está se revirando no tumulo agora", pra quem conhece toda a história de Jesus com certeza entendeu a graça das piadas, mas deixa de ser engraçado quando isso sai de personagens humorísticos e passa  a ser característica de muitas pessoas.
    No dia 25 de Dezembro era a data que os Romanos comemoravam o inicio do inverno, e por se comemorar o natal em vários dias diferentes, por não saber com exatidão o nascimento de Jesus, em convenção foi decidido que o dia 25 seria comemorado a aniversário de Cristo. Claro que existiram vários outros acontecimentos importantes de vários anos desta data, mas todos eles ofuscados pelo brilho das comemorações natalinas. Na Roma antiga comemoravam o Natal em 12 dias, pois era o tempo que os magos gastaram para chegar à Jesus.
    Jesus foi um homem e eu acredito também em sua divindade feito Deus, que influenciou a história de sua época e de todas as gerações por diante e talvez seja assim eternamente ou até o fim. Mesmo pra quem duvida de seu caráter divino deve admitir sua importante presença e contribuição no mundo, nas culturas, músicas, costumes, o que tudo isso também gera movimento no capitalismo. É irrevogável sua maneira genial de ter feito politica, o que muitos chamam persuasão, a forma com atraio todos os olhares para si, tanto de amigos como inimigos. A capacidade de liderança, sendo diferente de todos os líderes anteriores, onde não tinha a preocupação de ser maior e diferente de seus liderados, mas a ocupação de se igualar a eles, na qual sua função de líder era apenas nortear, prova disto foi quando os romanos o foram prender Judas beijou-lhe na face, ou seja, precisou que alguém mostrasse quem era, porque se parecia muito com seus discípulos que estavam ali, por isso não entendo porque a maioria dos líderes religiosos querem parecer diferentes em todas as formas quando o próprio Cristo, sendo o modelo pra todos os líderes, religiosos ou não, buscou a igualdade. Não vou discutir a veracidade de suas obras e sua ressurreição, pois sei que há muitas dúvidas e ceticismo quanto a isso, mas é indiscutível a veracidade de sua mensagem de vida e sua morte moralista. Jesus foi protagonista de uma grandiosa epopeia e se me dão licença para dizer, escrita pelo próprio Deus, cheia de feitos grandiosos, um herói lutando por um bem maior, sem dúvida e não há nenhuma discussão contrária contra isso, foi o maior filósofo, político, um verdadeiro herói.
    O 25 de Dezembro foi uma dada escolhida para um objetivo maior, não apenas reunirmos, trocar presentes e festejar, embora isso seja um dos propósitos, mas além disto lembrar de que nos esquecemos da mensagem de vida do autor desta história, os que praticam a ação de anunciar a vida de Cristo continuar com maior motivação, os que não têm essa pratica se juntarem aos que têm, de juntar-se todos em unidade sem preconceitos, esteriótipos, de que crença for e até mesmo o ateu, aproveitarem o espírito de fazerem o bem uns aos outros, afinal o mundo está cheio de pessoas, deve ter um significado nisto, que acredito ser o maior sentido da vida.
O presente mais caro não é o que está exposto na mídia com preços altíssimos, é um sorriso sincero pra quem seja e sem julgar ninguém até mesmo a um desconhecido, pois 25 de Dezembro foi feito pra lembrar que o natal é todo dia.

0 comentários:

Postar um comentário

Sem contemplação, o interessante é a participa-ação, Comente bem

 

©Copyright 2011 O narrador | TNB