O herói da cruz

segunda-feira, 4 de julho de 2011 0 comentários
       Não quero fazer apologia, até porque nunca fui bom nisso, nem denegrir a ninguém na questão de que não estou afirmando ser mentira ou verdade sua divindade, o fato é que grande parte das histórias de super heróis famosos, em sua maioria norte-americanos, tem uma forte semelhança com a história de Jesus, em que os mocinhos trabalham por um bem coletivo e se entregam de corpo e mente a questão social.
     Uma das características de uma história épica é a coragem, a força do herói, sacrificar os seus interesses afim de se preocupar com o bem estar dos outros, semelhante com a personalidade da maior parte dos super heróis de quadrinhos e do cinema, mas que também não foge da história de Cristo. Mesmo depois de sua morte a mais de 2000 anos, embora algumas crenças preguem sua ressurreição, Jesus é a imagem mais conhecida e que mais influencia a todo o mundo nas variações de culturas e diversidades como na musica, na literatura, em mandamentos que se tornaram leis de país, nas datas, no próprio calendário, até o mais sensato ateu ou anti cristo deve admitir sua influencia, alguns atribuem pela sua divindade e outros pela sua excepcional capacidade de fazer politica em seu poder de persuasão.
    A história que mais se parece com a de Jesus, em aspectos de personalidade e de ALGUNS acontecimentos é a do Super Homem. O homem diferente de todos os outros, veio de um lugar diferente, se preocupa em extremo com a humanidade, passando a impressão de poder e a marcante frase de Jorel "És meu filho amado, meu único filho em quem me comprazo".
   Todos os super heróis procuram transmitir a aparência de glória, poder e magnitude, qualidades épicas que moldam a reputação de Jesus, talvez o que mantem a fé de tantas pessoas de pé, um super herói com possíveis poderes reais

0 comentários:

Postar um comentário

Sem contemplação, o interessante é a participa-ação, Comente bem

 

©Copyright 2011 O narrador | TNB