Essa Menina

quarta-feira, 6 de julho de 2011 0 comentários




Uma menina com cerca de 10 anos
Andava descalça pelas ruas
Juntava todos os gravetos que via
Não era menina burra
Levava pra jogar no rio
Acreditava que os peixes podiam pegar
Dizia que quando estivessem grandes voltava pra buscar


Não é preciso ter sentido o que se passa na cabeça de uma menina
Mas é preciso entender que ali há a essência de mulher


A menina do vestido branco e morangos vermelhos
A menina parecia um anjo
O doce jeito de amar
Pele clara, olhos escuros, cabelos ao vento
A menina do desejo absurdo de poder voar


Não é preciso ter sentido o que se passa na cabeça de uma menina
Mas é preciso entender que ali há a essência de mulher


A menina que sofria quando via o mal, que via o mundo com beleza
A menina que sabe e que ensina a sonhar
Não machuque a menina que sabe sorrir, mas sabe chorar
Nunca a deixe sozinha, cuide o quanto precisar
Não magoe a menina que lembra, mas que sabe perdoar
Pois essa menina sempre alguém vai encontrar


Não é preciso ter sentido o que se passa na cabeça de uma menina
Mas é preciso entender que ali há a essência de mulher

_____________________________________________

0 comentários:

Postar um comentário

Sem contemplação, o interessante é a participa-ação, Comente bem

 

©Copyright 2011 O narrador | TNB