Pular para o conteúdo principal

"O mito que se alto Destrói"

     Nesse mundinho de merda escutamos tanto sobre crenças e mitos e religiões e uma série de coisas criadas sempre no intuito de manipulação. Nasci e fui educado em igrejas evangélicas denominadas pentecostais, eu vi, fiz, pratiquei toda liturgia "sagrada", segui todos os passos, me tornei palestrante, líder de jovens, quando musico toquei e cantei toda aquela religião, ensinei, me tornei modelo para crianças e velhos, se quisesse me tornava pastor, quando vi toda mediocridade. Já entrei em depressão por causa daquilo.
Sei com bastante propriedade que de divino só é a aparência, a hipocrisia. Nas reuniões com toda a equipe chamada de "corpo de obreiros" o pastor presidente se preocupava muito com o numero de pessoas frequentes nas igrejas devido aos números de dízimos e ofertas que o tesoureiro iria apresentar no final do mês. Em algumas igrejas (imagino que na maioria) o salário do pastor é quantificado de acordo com o número de membros, dentro dessas condições ele recebe de piso à teto. Um dos temas debatidos era criar campanhas com nomes fortes e impactantes para atrair um grande numero de pessoas, dentre elas o tema mais marcante eram campanhas sobre prosperidade seguida de curas, então se eu não precisasse de riqueza nem de cura aquele deus não servia pra mim.
        Todas as religiões seguem uma linha onde pregam liberdade, acolhimento, abrigo, em toda minha vida eu não vi nada mais descriminador do que as religiões, e ainda mais os 'crentes', cheios de esteriótipos e preconceitos, onde você é demonico até se juntar a eles onde qualquer um se torna santo. 
       Quando comecei a não ignorar as perguntas existenciais, como: qual o motivo, em função de que e pra que e por que tem que ser tudo exagerado? Quando me cansei das mesmas respostas vagas e sem nexo me tornei agnóstico, imaginava a existência de um deus, totalmente imparcial que se preocupava apenas com os religiosos, oculto por causa do seu egocentrismo, quando decidi levar isso mais a sério ou destruir tudo isso em mim, me tornei ateu. Quando resolvi jogar na cara tudo de uma vez, resultou em que fui expulso de duas igrejas diferentes e alguns pastores têm medo de falar de mim porque sabem que eu não escondo o que sei e nem nomes. 
       O mundo funciona em engrenagem, o corpo, os seres, tudo milimetricamente traçado, não ignoro a perfeição da funcionalidade do físico, do pratico, mas acreditar em soberania é fazer tudo ser insignificante, embora seja em qualquer visão. Se existe um deus, tenho certeza que não é da forma como contam em bençãos e maldições condicionais, a minha vida é disso. Criaram uma histério de pseudoliberdade e tentam aprisionar o mundo dentro dela, se sou sal desta Terra estou fora do saleiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Agrura

Confidências de traição Sussurros na escuridão E lágrima solitária caía
O começo de sua maldição Lembranças de uma ilusão Enquanto ali sentado ele apenas via A vida passar
Sentimentos de confusão Lhe perturbam o coração E a alma tão escondida vazia
A alegria em morbidão Fragmentos de uma paixão Enquanto ali bebendo ele apenas via A vida passar
Seu algoz eram suas mãos Só errava em cada decisão As lembranças só lhe causavam grande agonia
Seu tormento em profusão Derrotado em seu próprio chão A esperança morta em seus braços E ele nem sabia
Enquanto ali parado ele apenas via A vida passar

O silêncio era um grito então O seu corpo escória e prisão Da alma moribunda que já nem sentia
Mergulhado em sua solidão Pensamentos de aflição Agonizando no peito a alegria
Enquanto ali chorando ele apenas via A vida passar
Palavras não curavam A dor que ele sentia A morte lhe tentava  Mas o orgulho lhe impedia Então quis rezar E acreditar Que Deus ouviria

Minha menina

Por traz desta nuvem cheia de raios Existe um olhar Cheio de lágrimas
Sorriso maduro, um céu de veludo O sol se põe a descansar E minha menina vem dançar Na chuva
Vai que o mundo é Teu Gira sem se preocupar As águas que caem Lhe molham o rosto E levam as lágrimas
Por traz dessa esfera Menina tão bela Existe um coração a palpitar
Se lança no escuro, não se sabe o rumo Tem medo, precisa se arriscar Minha menina Sozinha
Vai que teu segredo é meu Vai que eu fico a te esperar As águas que caem Levam teus passos Mas não levam o meu olhar
Os passos são dela A vida que espera Minha menina vai buscar
Não olha o passado, não vê nada errado Há dores que tem que carregar Minha menina Partiu
Vai que teu sorriso é meu Vai te espero se voltar As águas que caem Molham teu corpo Levam minhas lágrimas.

Lembranças

Este texto só dará certo se você ainda lembrar
Quero voltar na noite em que te conheci Quero voltar e viver as emoções que senti Quero voltar no momento onde toquei tuas mãos E beijei tua face pela primeira vez
Quero voltar no momento onde entrei no teu olhar Quero voltar quando o meu sorriso respondeu ao teu Quero voltar onde disse pela primeira vez: amo você
Deus escreveu nossa história nas linhas do tempo E resolveu publicá-la Em nossos corações
Onde as muitas águas não afogam Onde as chamas não consomem em fogo Onde não se perde com o vento e tempo Onde o homem não rouba nem mata
Acordei com o sabor de lembranças amargas e alegres na boca: Pudim de limão!
É sempre bom lembrar, olhar para trás nos faz comparar passado e presente e ver o quanto amadurecemos, também é bom pra idealizarmos o futuro pra entender o quanto ainda precisamos nos aprimorar, ver e entender todo o desenvolvimento da nossa vida, identificar a gradação de nosso destino e talvez aumentar nossa fé nos sonhos de fu…